domingo, 6 de junho de 2010

comentarios sobre a zonal 11

O Blog do Sereno esteve em Campo Grande e o clima era de festa. Na sede do Sindicado dos Professores (Sinpro-Rio), Telma Lílian do Amaral foi empossada presidente da 11ª Zonal do Partido dos Trabalhadores (PT). A 11ª zonal é um trabalho de unificação de outras sedes do PT na zona oeste do Rio de Janeiro.

Telma recebeu o mandato de Jorge Vieira, que era quem coordenava as atividades do PT naquela região. Durante o evento que aconteceu no sábado (29), Marcelo Sereno afirmou que a hora é das mulheres na política nacional. E o momento pode ser representado tanto pela posse de Telma, como pela eleição da Dilma Rousseff para a presidência. Ele ainda disse ambas saberão enfrentar todas as dificuldades e percalços.

Sereno destacou a importância de Campo Grande e da zona oeste, região que, tradicionalmente, sempre derrotou a direita. Ele ainda voltou a salientar a necessidade de Campo Grande ser tratado como centro da cidade e receber o carinho e investimento que as regiões portuárias e a áreas Barra da Tijuca vem recebendo.

Também estiveram presente no evento o presidente do diretório estadual do PT, Luís Sérgio e o deputado estadual Gilberto Palmares.

DISCUSSÃO

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Acorda Rodoviario

Vejo com muita preocupação, as ações dos rodoviários cariocas, que mobilizam uma greve desencontrada, e na verdade a população alheia a este fato acaba sendo alvo de informações contraditórias, como Rodoviário de categoria e coração,gostaria que os companheiros orientassem ao povo carioca, particularmente penso que a Greve atual só demonstra disputa política e sem base legal, pois temos uma administração eleita legitimamente, e qualquer tentativa golpista para destituí-la seria retrocesso, num momento em que a democracia: pelo menos do ponto de vista institucional e político. Flui de maneira exemplar; sendo assim as eleições para nova administração deve ser discutida no período próprio, com legitimidade e não pela força, os companheiros opositores têm o direito, como os atuais dirigentes de concorrer à disputa do pleito, para isso existe discussões das propostas, de cada um que será alvo de apreciação da categoria, que dará a aprovação ou rejeição final. Qualquer outro movimento não será respeitado por uma população e categoria já adaptada a plenitude da democracia brasileira; e maturidade política do povo carioca.

As urnas são a nossa arena, e os votos nossas armas!
Gelson da Silva

domingo, 21 de março de 2010

Vamos socorrer a natureza.


Vamos socorrer a natureza.

sábado, 9 de janeiro de 2010

Como vivem os rodoviários do Rio de janeiro?

A despeito de tudo que se diz sobre importância da categoria Rodoviário, o que podemos perceber é a grande falta de reconhecimento na prática. este fato se configura: no salário, condições de trabalho, falta de financiamento público para aquisição de veículo para o profissional tornar-se independente e empreendedor, e sobre tudo políticas que incluam estes profissionais nas licitações onde a logística seja ponto fundamental para o desenvolvimento, na era do Pac essa questão tem tudo a ver. e gostaria que as pessoas interessadas neste tema opinassem, E juntos construíssemos uma frente que apresentasse projetos, em níveis e setores plurais inclusive políticos, em benefício das categorias as quais representamos: utilitários, caminheiros, carreteiros, fretistas e todas as quais se enquadram no universo Rodoviário.
Abraços Gelson.